103 | O inferno é mesmo um inferno

Esse é o texto mais difícil que eu já tive a ousadia de escrever em toda a minha vida e você vai compreender os motivos por que digo isso, durante a exposição e construção desse editorial. Na realidade, estou tão confuso, chocado e perplexo que não sei nem por onde começar.

Nunca tive nenhuma dificuldade para escrever ou falar (pregar), mas hoje eu me dou por vencido e está até difícil encontrar as palavras exatas. Estou sendo muito franco com você.

Deixa então eu tentar começar…

De início, ou seja, logo de saída é importante frisar que é mister dizer que eu tenho a absoluta certeza de que os céticos, os incrédulos, os descrentes, os ateus e todos os que negam a existência de Deus, do Céu ou do Inferno vão rir, debochar, duvidar ou escarnecer desse texto. Eu não tenho dúvidas quanto a isso, até por que eu não sou alijado de uma certa dose de inteligência e de uma certa dose de imaginação.

Então por que eu vou insistir e escrever esse texto, mesmo sabendo que crentes ou descrentes não darão a importância necessária à essas palavras?

Porque a minha missão e o meu desafio é te alertar para os perigos reais do sofrimento eterno, da dor profunda, da agonia sem fim, do desespero desesperado (redundância proposital), do choro que nunca vai acabar, do pranto eterno e do lamento que serão eternamente mortais, mas que jamais provocarão a morte. Será um sofrimento que não terá fim.

Para você compreender o que eu estou dizendo, deixa eu te dar uma informação que foi publicada nesta manhã, sexta-Feira (26) no jornal da REDE GNI.

REPORTAGEM DA REDE GNI

Cientistas da NASA afirmaram nesta Sexta-Feira (26/01), que os relatos e o áudio do Dr. Dmitri Azzacove sobre o ‘inferno’ são verdadeiros e não possuem qualquer tipo de efeito ou manipulação sonora. Os cientistas afirmaram que não há como afirmarem que o som veio realmente do inferno, como afirma o Dr. Azzacove, mas podem garantir com total segurança que o áudio não foi manipulado fonograficamente ou digitalmente. É um áudio original.

A informação que circula por Washington, D.C., EUA, sede da NASA é que os cientistas da NASA foram proibidos oficialmente de divulgarem o laudo final e suas conclusões sobre o ‘Som do Inferno’ como é chamada a gravação do Dr. Azzacove. O motivo que foi informado é que a ordem teria partido diretamente de Donald Trump, sob ameaça de demissões e prisões. A grande mídia se recusa a divulgar esse relato informal dos cientistas. A revelação dessa informação foi do Jornalista independente Americano Donald Shuelff.

ENTENDA O CASO

No ano de 1989, um poço de 14000 metros de profundidade na Sibéria foi escavado por geólogos russos. Através de um equipamento sensorial capaz de suportar altas temperaturas, foi possível escutar lamentações no centro da Terra, pedindo por misericórdia e água.

O Dr. Azzacove declarou que há absoluta certeza que a perfuração alcançou os portões do inferno. E o sensor térmico indicou 2000 graus Fahrenheit, os gritos eram de milhões de humanos, com muita dor!

A notícia se espalhou rapidamente pelo mundo em 1989, numa época que ainda não havia o ‘boom’ da web. Um jornal da Finlândia publicou uma matéria com relatos dos operários e estudiosos que ouviram a fita. O Dr. Azzacove declarou o seguinte: ”Como um comunista eu não acredito em céu ou na Bíblia mas, como um cientista eu acredito agora no inferno.’

MINHAS CONSIDERAÇÕES

Antes de falarmos do inferno, vamos compreender que a bíblia deixa clara a informação de que ele existe: ‘E lançarão aqueles na fornalha ardente, onde haverá choro e ranger de dentes…’ Mateus 13:50.

Fornalha de fogo remete ao nosso entendimento à um lugar demasiadamente quente, onde o calor e a temperatura daquele lugar beira ao insuportável. O Canal Discovery Channel recentemente em uma reportagem afirmou que  ‘a morte por insolação, aliás, chega quando a temperatura lá dentro passa dos 50 °C. E ela pode vir mais rápido quando a umidade do ar está alta.’ Essa é uma informação técnica-científica.

A bíblia não diz a exata temperatura do inferno, mas a descoberta do Dr. Dmitri Azzacove revelou que ha 14.000 metros de profundidade, embaixo da terra, o que ele chamou de ‘As Portas do Inferno‘ a temperatura registrada era de 2000 graus Fahrenheit, que equivale a 1.093,333 graus Celsius.

Então é fácil concluir que: se  ‘a morte por insolação, aliás, chega quando a temperatura lá dentro passa dos 50 °C. E ela pode vir mais rápido quando a umidade do ar está alta’, e se a temperatura da ‘porta do inferno’ (repare que essa temperatura foi registrada na entrada e não no centro do inferno, que deve ser muito pior), se a temperatura registrada alcançou inacreditáveis 1.093,333 graus Celsius, é evidente que o corpo humano não vai suportar o inferno, vai arder em chamas, vai queimar, vai dissolver-se por causa das altas temperaturas, vai reagir com graves queimaduras de Terceiro grau, que tem por consequências uma dor insuportável e  a completa perda da epiderme, a derme e outros tecidos como músculos, tendão, tecido ósseo, provocando uma dor aguda, insuportável e inimaginável.

Nesse ambiente qualquer ser humano não vai suportar a agonia, a dor e vai morrer desesperadamente em agonia, certo? Errado.

A bíblia diz que ‘Naqueles dias, os homens buscarão a morte e não a acharão; também terão ardente desejo de morrer, mas a morte fugirá deles.’ Apocalipse 9:6.

Você faz ideia ou tem noção do que é viver em agonia profunda, de estar no centro de um incêndio que vai te queimar, vai fazer você sofrer, agonizar e vai te sufocar para o resto da eternidade (aquilo que nunca terá fim), você vai desejar a morte e ela não chegará para te buscar?

Você vai agonizar em busca de algum alívio (água) e não vai ter, vai clamar por misericórdia e ela não vai te encontrar, tem noção do que será esse sofrimento? Nosso limitado pensamento humano não consegue ter a exata dimensão e a extensão do que será essa agonia e sofrimentos eternos.

Repito as palavras do Dr. Dmitri Azzacove: ‘Através de um equipamento sensorial capaz de suportar altas temperaturas, foi possível escutar lamentações no centro da Terra, pedindo por misericórdia e água.’

O mais impressionante nesse relato do Dr. Azzacove, é que além da gravação ser genuína, a descoberta partiu de um homem não-cristão, pelo contrário, o Dr. Azzacove é um ateu comunista e afirmou em 1989 que:  “Como um comunista eu não acredito em céu ou na Bíblia mas, como um cientista eu acredito agora no inferno.’

O mais impactante dessa descoberta é que ela potencializa a certeza que já tínhamos da dor, sofrimento e agonia do inferno. Não que desconhecêssemos o seu significado e de seu sofrimento, mas ouvir é mais forte do que saber, ter a certeza é mais forte do que imaginar, e ouvir o sofrimento, que é real, é mais doloroso do que apenas imaginar.

Por isso o meu recado para você é bem claro e direto: arrependa-se enquanto há tempo, e eu digo isso para crentes e descrentes, cristãos e não-cristãos, para evangélicos fervorosos e para os que estão fracos na fé, para crédulos e incrédulos.

‘Por isso, deixando a mentira, fale cada um a verdade com o seu próximo, porque somos membros uns dos outros. Irai-vos e não pequeis; não se ponha o sol sobre a vossa ira, nem deis lugar ao diabo. Aquele que furtava não furte mais; antes, trabalhe, fazendo com as próprias mãos o que é bom, para que tenha com que acudir ao necessitado. Não saia da vossa boca nenhuma palavra torpe, e sim unicamente a que for boa para edificação, conforme a necessidade, e, assim, transmita graça aos que ouvem. E não entristeçais o Espírito de Deus, no qual fostes selados para o dia da redenção. Longe de vós, toda amargura, e cólera, e ira, e gritaria, e blasfêmias, e bem assim toda malícia. Antes, sede uns para com os outros benignos, compassivos, perdoando-vos uns aos outros, como também Deus, em Cristo, vos perdoou. Efésios 4:25-32.

Aquele que pecava, não peque mais. Não vale a pena gozar dos prazeres momentâneos da carne e perder a  sua vida eterna. Não vá para o Inferno, busque o Céu e a morada eterna com o Senhor Jesus, pois o INFERNO é mesmo um inferno quente, insuportável e de uma profunda agonia e dor. Jesus te espera de braços abertos no céu. Arrependa-se enquanto você tem essa chance.


‘Arrependei-vos, porque é chegado o reino dos céus.’ Mateus 3:2


‘Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.’ João 3:16.


Léo Vilhena
Compartilhe esse texto com seus amigos, parentes e contatos.
26/01/2018



3 comentários

  1. […] A bíblia não exagera ao afirmar que o Inferno é mesmo um inferno de dor, sofrimento, desespero, dor, ranger de dentes, é um sofrimento eterno e inimaginável para a consciência da raça humana. Não existem verbos, adjetivos e substantivos que com exatidão expressem a dor infernal do inferno. Leia AQUI. […]

    Curtir

Os comentários estão fechados.